Foco e Escopo

Missão: Tornar-se um importante veículo de divulgação científica de pesquisas sobre a Educação em Geografia no Brasil e no exterior, sobretudo em países ibero-americanos, incentivando e fomentando práticas e reflexões realizadas em espaços formais e não formais de educação. 

 

Público Alvo: i) Pesquisadores de Educação em Geografia do Ensino Superior (professores, alunos de pós-graduação stricto sensu, lato sensu e alunos de graduação); ii) Professores-Pesquisadores da Educação Básica e, iii) Professores e demais participantes de espaços-não-formais de educação. A Revista privilegiará em suas publicações, sempre que possível, a abrangência nacional no que diz respeito à origem de seus autores.

 

Objetivo: Publicar, disseminar e promover gratuitamente o intercâmbio nacional e internacional de pesquisas e prática educacionais ligadas a Educação em Geografia em diferentes níveis de educação formal e não formal, valorizando os diferentes recortes temáticos e teórico-metodológicos de investigação.

Processo de Avaliação pelos Pares

Os originais encaminhados à Revista para publicação deverão ser inéditos para esse formato (Periódico Científico). No caso de texto já publicado em outro formato como, por exemplo, anais de evento acadêmico-cientítico, o autor deverá indicá-lo como nota de rodapé na primeira página (essa informação será posteriormente omitida do texto pelos membros da Comissão Editorial para fim de avaliação).

Os originais serão submetidos à apreciação prévia da Comissão Editorial e, em seguida, encaminhados a dois (02) avaliadores do seu corpo editorial (Comissão Científico), que dispõem de plena autoridade para decidir sobre a conveniência de sua publicação, rejeição, ou ainda, solicitação de alterações para publicação de acordo com o que é estabelecido pela Revista (Recomendo sem restrições; Recomendo com pequenas revisões, sem necessidade de retornar para novo parecer; Recomendo com revisões substanciais, havendo necessidade de novo parecer; Não recomendo; e Neutro). No caso de pareceres conflitantes, o texto será encaminhado a um terceiro avaliador que deverá dirimir as dúvidas sobre a propriedade ou impropriedade da publicação do texto.

Os originais serão encaminhados para dois (2) avaliadores no sistema double blind peer review, ou seja, sem identificação dos autores e de suas respectivas instituições. Os autores dos originais também não terão acesso aos avaliadores. Estarão sujeitos à rejeição expressa os artigos que contiverem no corpo do texto informações indiretas que induzam os avaliadores a identificar os seus autores (ver detalhes em Diretrizes para Autores).  Após avaliação, o original será encaminhado para o autor para que sejam completados os respectivos espaços [omitido para avaliação].

Serão aceitos, a critério da Comissão Editorial, trabalhos publicados anteriormente em periódicos estrangeiros, sujeitos à mesma avaliação de originais inéditos. O artigo poderá estar traduzido para o português ou na língua original, desde que atendendo a uma das línguas estipuladas pela Revista Brasileira de Educação em Geografia. O autor deverá apresentar autorização por escrito do editor da revista onde o seu artigo foi originalmente publicado.

Periodicidade

A Revista Brasileira de Educação em Geografia é uma publicação científica independente, com periodicidade semestral e publicada exclusivamente em formato eletrônico.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. 

Também não serão cobrados  em nenhum momento quaisquer valores em dinheiro para a submissão de artigos, o processo de editoração, a publicação e dowliads de arquivos em pdf. 

Regimento da Revista

Da especificação, origem e custos

Art. 1º - A Revista Brasileira de Educação em Geografia é um periódico científico independente, de livre acesso e gratuito, isto é, sem quaisquer custos para os leitores, autores e membros da comissão científica, em nenhuma de suas etapas ou fases (submissão, editoração de artigos e downloads de pdf).  Será administrado por professores de diferentes Instituições de Ensino Superior do Brasil. A periodicidade será semestral, publicada somente no formato digital. Sua Administração passa a ser normatizada pelo presente regimento.

Dos Objetivos da Revista

Art. 2º - A Revista Brasileira de Educação em Geografia é um periódico científico especializado, que tem como objetivo publicar, disseminar e promover o intercâmbio nacional e internacional de pesquisas e práticas educacionais ligadas ao ensino de geografia – Educação em Geografia - em diferentes níveis de educação formal e não formal.

Da Administração e Comissão Editorial

Art. 3º - A Revista Brasileira de Educação em Geografia será administrada por uma Equipe Editorial (EE) composta por uma Comissão Editorial, sendo um destes o Editor Chefe; e uma Comissão Científica.

Parágrafo Primeiro – A Comissão Editorial será composto por 05 (cinco) membros, sendo todos professores portadores do título de doutor ou equivalente.

Parágrafo Segundo – O Editor Chefe será obrigatoriamente um dos membros da Comissão Editorial, escolhido pela maioria simples de seus membros.

Parágrafo Terceiro – A função de Editor Chefe será de caráter rotativo entre os membros da Comissão Editorial. Cada gestão será de dois anos, podendo ser reeleito para mais uma gestão de igual período.

Parágrafo Quarto – Na situação de um ou mais membros da Comissão Editorial  se descredenciar desta função um novo nome deverá ser indicado a partir da lista de participantes da Comissão Científica.

Parágrafo Quinto – Os membros da Comissão Científica serão indicados pela Comissão Editorial, devendo ser professores portadores do título de doutor ou equivalente, com relevante produção de ensino e pesquisa sobre Educação em Geografia. A Comissão Científica terá um número livre de membros, sempre acima de 10 (dez).

Parágrafo Sexto - As receitas provenientes de verbas de agências de fomento, ou outras fontes, serão administradas pela Comissão Editorial, devendo apresentar anualmente balancete de receitas e despesas para apreciação da Comissão Científica.

Art. 4º - São atribuições da Comissão Editorial:

- Garantir a publicação semestral da Revista;

- Indicar e aprovar os membros da Comissão Científica;

- Elaborar e atualizar a política editorial;

- Normatizar os critérios de divulgação e seleção dos artigos;

- Responsabilizar-se pelo processo de seleção e edição dos artigos a serem publicados:

- Receber os originais encaminhados pelos autores;

- Distribuir os originais recebidos para serem avaliados pelos membros da Comissão Científica, preservando o anonimato dos autores e dos avaliadores;

- Deliberar previamente sobre a aceitação dos artigos submetidos, segundo as normas de publicação;

- Deliberar sobre a aceitação dos artigos para publicação após a adequação do texto original às recomendações dadas pelos avaliadores;

- Escolher terceiro avaliador dentre os membros da Comissão Científica para os originais com avaliações discrepantes;

- Deliberar sobre a publicação de artigos de interesse à comunidade;

- Contratação de empresas ou serviços de terceiros para a execução das tarefas técnicas e/ou administrativas, caso necessário;

- Gerir e buscar recursos financeiros em institutos de fomento;

- Elaborar relatórios anuais e apresentar para apreciação dos membros da Comissão Científica;

Art. 5º - São atribuições do Editor Chefe:

- Representar a Revista em qualquer foro pertinente;

- Presidir e convocar as reuniões da Comissão Editorial;

- Fazer os contatos necessários com membros da Comissão Científica ou atribuir essa função a outro membro da Comissão Editorial;

- Nomear os membros da Comissão Científica após aprovação pela Comissão Editorial;

- Presidir processo de contratação de pessoal administrativo e técnico, caso necessário.

- Apresentar relatório anual das atividades do Comissão Editorial, bem como demais informações relevantes e pertinentes da Revista aos membros da Comissão Científica.

- Zelar pelo cumprimento deste Regimento e demais normativas.

Art. 6º - Os membros da Comissão Científica deverão ser representantes de diferentes Instituições de Ensino, procurando atender o máximo possível da abrangência nacional

Parágrafo Unico – Poderá haver sobreposição de no máximo 1/5 dos membros da Comissão Científica de origem de uma mesma Instituição de Ensino.

Art. 7o - São atribuições da Comissão Científica:

- Avaliar os artigos originais recebidos, emitindo parecer final como:

- Aprovado para publicação sem alterações;

- Aprovado para publicação com pequenas alterações, sem necessidade de retornar para novo parecer;

- Aprovado para publicação com revisões substanciais, havendo necessidade de novo parecer do mesmo avaliador;

- Rejeitado para publicação;

Parágrafo Primeiro – No caso do parecer ser “aprovado para publicação com alterações”, o avaliador deverá indicar as alterações necessárias;

Parágrafo Segundo – No caso de parecer “rejeitado para publicação”, o avaliador deverá justificar sua negativa.

Da Plataforma e Hospedagem no Servidor

Art. 8 – A Revista utilizará o programa livre Open Journal Systems (OJS), programa de gerenciamento e publicação de revistas eletrônicas desenvolvido pelo Public Knowledge Project (PKP), da University of British Columbia, traduzido para o português e adaptado pelo Instituto Brasileiro de Informação e Tecnologia (IBICT) para Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER).

Art. 9 – Será privilegiado para a hospedagem da Revista um servidor particular, de reconhecida capacidade técnica já existente no mercado.

Parágrafo Primeiro – Os custos da hospedagem serão divididos em partes iguais entre os membros da Comissão Editorial. Havendo financiamento por algum órgão de fomento, esse custo deverá ser privilegiado, não cabendo ressarcimento pelos custos já efetuados para a hospedagem.

Parágrafo Segundo – A qualquer momento o contrato com o servidor particular poderá ser cancelado havendo evidências de incapacidade técnicas que prejudique a publicação e a permanência da mesma na internet.

Parágrafo Terceiro – No contrato com o servidor particular deverá constar cláusula de possibilidade de cópia (backup) de todo o material publicado;

Parágrafo Quarto – O servidor particular não poderá, em hipótese alguma, interferir na política de publicação da Revista.

Da Aprovação e Modificações deste Regimento

Art. 10º - Este Regimento passa a valer a partir de sua aprovação por parte dos membros da Comissão Editorial, a partir de votação simples dentre os seus membros.

Disposições Gerais e Transitórias

 

Art. 11º - Os casos omissos neste Regimento serão resolvidos pelo Conselho Editorial da Revista.

 

Formulário de avaliação usado pelos pareceristas

Nome do parecerista:

E-mail:

 

Título do texto:

Parte I – Análise da formatação do artigo (em caso de resposta negativa ou parcial, justifique)

1.1. O texto possui título, resumo e palavras chave em português e espanhol e/ou inglês?

(  ) Não    (  )  Sim

1.2. As seções do texto estão bem definidas?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

1.3. Quanto ao sistema de chamadas no corpo do texto, as referências aos autores citados estão de acordo com as normas para publicação?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

1.4. Quanto ao sistema de chamadas no corpo do texto, as citações diretas e indiretas estão de acordo com as normas para publicação?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

1.5. As ilustrações (figuras e tabelas) são de boa qualidade, relevantes e estão de acordo com as normas para publicação?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

1.6.  As referências bibliográficas estão no final do texto, seguem as normas para publicação e estão correlacionadas com as referências citadas no corpo do texto?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

1.7. Quanto à estrutura e fluidez, o texto apresenta um encadeamento lógico em sua argumentação?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

1.8. O texto apresenta linguagem clara, sem problemas gramaticais?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

 

Parte II – Análise teórico-metodológica do artigo (em caso de resposta negativa ou parcial, justifique)

2.1. O artigo está adequado à temática da Revista Brasileira de Educação em Geografia?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

2.2. Os objetivos estão claramente descritos?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

2.3. A metodologia utilizada na pesquisa é adequada aos objetivos propostos?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

2.4. O tratamento dos dados (estatísticos, bibliográficos, documentais) é suficiente, claro e adequado?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

2.5. As conclusões são pertinentes e respondem aos objetivos propostos?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

2.6. O artigo fornece contribuição teórico-empírica e/ou metodológica relevante para os estudos de educação em geografia?

(  ) Não    (  )  Sim       (  )  Parcialmente

Justifique:

Parecer (visível para editor e autor)

Comentários (visíveis apenas para editor)

PARECER FINAL:

(   ) Recomendo sem restrições

(   ) Recomendo com pequenas revisões, sem necessidade de retornar para novo parecer

(   ) Recomendo com revisões substanciais, havendo necessidade de novo parecer

(   ) Neutro: não tenho argumentos para recomendar ou rejeitar

(   ) Não recomendo: (marque um ou mais motivos abaixo)

(   ) o texto possui graves problemas teórico-metodológicos

(   ) o texto feriu a política editorial: foi possível identificar o(s) autor(es) e/ou a(s) sua(s) instituição(ões)

(   ) o texto feriu a política editorial: o texto já foi publicado na íntegra em outro periódico científico

(   ) o trabalho tem mérito, mas não se enquadra nos temas aceitos pela Revista Brasileira de Educação em Geografia

(   ) outro(s)

 

 

Justifique: