Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Revista Brasileira de Educação em Geografia?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

ATENÇÃO: Uma vez submetido o artigo, o autor concorda integralmente com as "condições para submissão" (abaixo), dentre as quais a que NÃO submeteu o mesmo artigo para outro periódico. A partir do momento que o artigo entrar em avaliação e em sendo aprovado para publicação, ele não será arquivado sob o pretesto de já ter sido publicado.

Caso não esteja conseguindo submeter o texto original utilizando página da Revista, clique aqui para abrir tutorial (instruções)

Instruções para preparação dos originais

Os autores interessados em publicar na Revista Brasileira de Educação em Geografia devem preparar seus originais seguindo as orientações da ABNT (NBR 6023 – sistema de referência) e ABNT (NBR 10520 - apresentação de citações em documentos), ambos de agosto de 2002, que serão exigências obrigatórias e preliminares para recebimento dos textos para análise dos referees. Não serão aceitos artigos com mais de três autores.

 

Texto

O conteúdo do texto assinados é de exclusiva responsabilidade dos autores. É também de responsabilidade do autor a correção ortográfica e sintática, bem como a revisão da digitação do texto, que será publicado exatamente conforme enviado. Recomenda-se aos autores submeterem seus textos e resumos (inclusive na língua estrangeira) à correção ortográfico-sintática por especialista.

Serão publicados textos nas línguas portuguesa, espanhola e inglesa, com prevalência para as duas primeiras.

Respeitando o processo de avaliação às cegas, os autores dos textos originais devem tomar todos os cuidados necessários para não revelar suas identidades no processo de avaliação. Isto exige que autores tomem algumas precauções com o texto, como nos exemplos abaixo:


Exemplo 1) ocultar o nome do laboratório, departamento, grupo de pesquisa e local re realização da pesquisa: “Esse artigo resulta das pesquisas realizadas no Laboratório X, da Universidade Y”; ou então, “para a realização da pesquisa foram entrevistadas professoras da escola X”. Caso seja realmente importante apresentar essas informações, o autor deverá escrever no lugar da informação [omitido para avaliação]. Exemplo: “As maquetes foram produzidas pelos alunos do 6 ano da escola [omitido para avaliação], com apoio dos alunos de estágio supervisionado do curso de Licenciatura em Geografia da Universidade [omitido para avaliação]”.


Exemplo 2) ocultar auto referenciamento de trabalhos anteriores no corpo do texto que que permita a identificação do autor. Exemplo: "Apreendendo tais textos como momentos da política, como espaços de lutas por representação, inicialmente focalizei a configuração da proposta de integração curricular,  buscando compreender como se desdobrava a negociação entre os discursos do currículo integrado e do currículo disciplinar (COSTA, 2009a; 2009b)" para "Apreendendo tais textos como momentos da política, como espaços de lutas por representação, inicialmente focalizei a configuração da proposta de integração curricular,  buscando compreender como se desdobrava a negociação entre os discursos do currículo integrado e do currículo disciplinar  [omitido para avaliação]”

 

Os textos devem ser digitados em formato compatível com o Microsoft Word (.doc ou .rtf); com espaçamento 1.5 entre linhas; letra Times New Roman, corpo 12 ou letra Arial, corpo 11; justificado; sem fontes ou atributos diferentes para títulos e seções, exceto negrito; margens de 3 cm de todos os lados. Os originais deverão conter no máximo: artigos, 25 páginas; resenhas 5 páginas; e práticas educativas, 10 páginas; todos no tamanho A4.

Além do texto principal, deverão ser encaminhados em duas das línguas aceitas pela Revista, sendo a primeira, obrigatoriamente, em português: i) resumo com 200 palavras em um só parágrafo; ii) Título; iii) Palavras-chave (até 5). Não usar tradutor automático. Recomenda-se passar por revisão de profissional especializado.

Os autores deverão utilizar o sistema de encaminhamento de originais presente na página da Revista (clique aqui para tutorial). A Revista não trabalhará com o formato impresso em nenhum de suas etapas de editoração.

 

Título

O título deve ser digitado em maiúsculas, separado do subtítulo por dois pontos (:), quando houver. Um espaço abaixo dele deve(m) ser digitado(s) o(s) nome(s) completos do(s) autor(es), (somente o sobrenome de entrada na Referência em maiúsculas), seguido(s) de sua filiação institucional , atividade e/ou cargo exercido, endereço para correspondência e e-mail.

 

Seções

As divisões do texto devem ser destacadas com um espaço antes e outro depois e digitadas em negrito.

 

Figuras

Compreende-se como figuras: mapas, plantas, croquis, gráficos, quadros, fotografias, lâminas, organogramas, desenhos, reproduções artísticas e ilustrações em geral.

As figuras poderão ser apresentadas em branco-e-preto ou coloridas; não deverão exceder o tamanho de 17 x 11 cm; deverão estar inseridas no corpo do texto, bem como enviadas separadamente sob a forma de arquivos digitais, com extensão .CDR, .TIF, ou .JPG (com no mínimo 300 dpi). Deverão ser chamadas no corpo texto desta forma (Figura x). Exemplo “Mapas táteis (Figura 2) são excelentes exemplos (...)”. Sua identificação aparece na parte inferior precedida da palavra Figura (em negrito), seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto em algarismos arábicos (em negrito), do respectivo título e/ou legenda explicativa e da fonte, se necessário. Exemplo: “Figura 2: Mapas táteis produzidos no Lemadi – Geografia (FFLCH-USP)”

 

Tabelas

De acordo com o IBGE, 1993, as tabelas são elementos demonstrativos de síntese que constituem unidade autônoma. As tabelas apresentam informações tratadas estatisticamente. Em sua apresentação: têm numeração independente e consecutiva;

O titulo é colocado na parte superior, precedido da palavra Tabela (negrito) e de seu número de ordem em algarismos arábicos (negrito); do respectivo título; as fontes citadas na construção de tabelas e notas eventuais aparecem no rodapé após o fio de fechamento; caso sejam utilizadas tabelas reproduzidas de outros documentos, é necessário mencionar a fonte na parte inferior. As tabelas devem ser inseridas o mais próximo possível do trecho a que se referem; se a tabela não couber em uma folha, deve ser continuada na folha seguinte e, nesse caso, não é delimitada por traço horizontal na parte inferior, sendo o título e o cabeçalho repetidos na folha seguinte; nas tabelas utilizam-se fios horizontais e verticais para separar os títulos das colunas no cabeçalho e fechá-las na parte inferior, evitando-se fios verticais para separar as colunas e fios horizontais para separar as linhas. Exemplo:

Tabela 2 – Funções Docentes (1) no Ensino Médio por Região /

Formação do Professor

Obs.: 1) O mesmo docente pode atuar em mais de um nível/modalidade de ensino e em mais de um estabelecimento. 2) % sem Licenciatura = Médio sem Magistério + Médio com Magistério + Superior Formação sem Licenciatura.

Fonte: MEC - Propostas Conceituais e Metodológicas (2005, p. 5).

Fonte: Berbat (2008, p.168)

 

Sistema de Chamadas no corpo do texto (NBR -10520, agos. 2002)

A Revista Brasileira de Educação em Geografia adota “autor-data” como o sistema de chamadas no corpo do texto, segundo a NBR -10520, 2002 da ABNT. Deve ser seguido consistentemente ao longo de todo o texto, permitindo correlação com a lista de referências. As citações poderão aparecer de forma direta ou indireta. As Referências deverão ter chamadas no texto pelo(s) sobrenome(s) do(s) autor(es), em maiúsculas, data e página, quando dentro do parêntesis e em minúsculas quando inseridas na frase. Supressões, interpolações, comentários, ênfase ou destaques devem ser indicados da seguinte forma: i) supressões: [...]; ii) interpolações ou comentários: [ ]; iii) ênfase ou destaques: grifo ou negrito ou itálico; iv) quando se tratar de informações obtidas verbalmente (palestras, debates etc.) indicar, entre parênteses, a expressão “informação verbal”, mencionando-se os dados disponíveis, em nota de rodapé.

a) Citações diretas

As citações diretas no texto, de até três linhas, devem estar contidas entre aspas duplas. Exemplo:

Segundo Chervel (1990, p.187), “a história dos conteúdos é evidentemente seu componente central, o pivô ao redor do qual ela se constitui.”

Ou

[...] “a história dos conteúdos é evidentemente seu componente central, o pivô ao redor do qual ela se constitui” (CHERVEL, 1990, p.187).

As citações diretas no texto, quando apresentarem mais de três linhas, devem ser destacadas com recuo de 4 cm da margem esquerda, com fonte menor do que o utilizado no texto, sem aspas e espaçamento simples entre linhas. Exemplo:

Porque a geografia ainda hoje veiculada pela escola funda-se no discurso da identidade, da homogeneidade dos espaços em função da

[...] assunção, pela escola de massas, das ontologias e epistemologias hegemônicas fundadas na metafísica – separação entre o sujeito e o objeto, o espaço e o tempo, entre sujeito, espaço e tempo, a sociedade e a natureza, a dimensão individual e social, etc. – [...] (KATUTA, 2004, p.244)

ou

Segundo Katuta (2004, p. 224) a geografia, ainda hoje veiculada pela escola, funda-se no discurso da identidade, da homogeneidade dos espaços em função da

[...] assunção, pela escola de massas, das ontologias e epistemologias hegemônicas fundadas na metafísica – separação entre o sujeito e o objeto, o espaço e o tempo, entre sujeito, espaço e tempo, a sociedade e a natureza, a dimensão individual e social, etc.

b) Citações indiretas

As citações indiretas são redigidas pelo autor do trabalho, com base em idéias de outro autor, sempre indicando a fonte onde foi tirada a idéia. Nas citações indiretas a indicação das páginas consultadas é opcional. Exemplo:

Girardi (2001) cita que as dificuldades verificadas pelos geógrafos em trabalhar, entender e lidar com mapas acarreta distorções no seu uso tanto como etapa metodológica, no ensino, ou como meio de comunicação de resultado de pesquisa.

ou

As dificuldades verificadas nos geógrafos em trabalhar, entender e lidar com mapas acarreta distorções no seu uso tanto como etapa metodológica, no ensino, ou como meio de comunicação de resultado de pesquisa (GIRARDI, 2001).

c) Outros

- Quando houver coincidência de sobrenomes de autores, acrescentam-se as iniciais de seus prenomes. Exemplo: (ROCHA, G. O. R, 2001), (ROCHA, A. A. C. N. da, 2008)

- Quando as citações forem de diversos documentos de um mesmo autor, publicados no mesmo ano, são distinguidas pelo acréscimo de letras minúsculas, em ordem alfabética, após a data e sem espaçamento, conforme a lista de referências. Exemplo: Conforme Callai (1998a), o ensino de geografia [...]. Seguindo esse mesmo pensamento, a autora complementa em outro texto, que o ensino de geografia deve[...] (CALLAI, 1998b).

- Para as citações indiretas de diversos documentos da mesma autoria, publicados em anos diferentes e mencionados simultaneamente, têm as suas datas separadas por vírgula. Exemplo: Para Cavalcanti (1998, 2002, 2005) o ensino de geografia [...]

- Solicita-se evitar ao máximo notas de rodapé.

Sistema de Referências (NBR-6023 - agos. 2002)

- As Referências (somente aquelas citadas no texto) completas deverão constar ao final do texto, alinhadas totalmente à esquerda, em ordem alfabética, e elaboradas de acordo com a NBR-6023: 2002, da ABNT.

Alguns exemplos de referências bibliográficas

a) Livros (um autor)

SOARES, Maria Lucia de Amorim. Girassóis ou Heliantos: maneiras criadoras para o conhecer geográfico. Sorocaba: Prefeitura Municipal de Sorocaba, 2001.

b) Livros (dois a três autores)

GUIMARÃES, Márcia Noêmia; FALLEIROS, Ialê. Os diferentes Tempos e Espaços do Homem: atividades de geografia e de história para o Ensino Fundamental. São Paulo: Cortez, 2005.

PONTUSCHKA, Nídia; PAGANELLI, Tomoko Yida; CACETE, Núria Hanglei. Para Ensinar e Aprender Geografia. São Paulo: Cortez, 2007.

c) Livros (mais de três autores)

CASTROGIOVANNI, Antônio Carlos; CALLAI, Helena Copetti; SCHÄFFER, Neiva Otero, [et al]. (orgs.). Geografia em sala de aula: práticas e reflexões. Porto Alegre: UFRGS Editora e AGB-Seção Porto Alegre, 2003.

d) Livros (demais informações, quando necessárias)

TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e Formação Profissional. Trad. Francisco Pereira. 8. ed. Petrópolis: Vozes, 2007. 325p.

e) Capítulo de livro

HESPANHOL, Antonio Nivaldo. A avaliação oficial de livros didáticos de geografia no Brasil: o PNLD de 2005. In: SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão. (org.). Livros didáticos de História e Geografia: avaliação e pesquisa. São Paulo: Cultura Acadêmica Editora, 2006. p. 73-85.

f) Capítulo de livro do mesmo autor

SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão. A avaliação de livros didáticos no Brasil – por quê? In: _____. Livros didáticos de História e Geografia: avaliação e pesquisa. São Paulo: Cultura Acadêmica Editora, 2006. p. 15-25.

g) Artigos de periódicos

SILVA, Valdenildo Pedro da. O raciocínio espacial na era das tecnologias informacionais. Terra Livre, Presidente Prudente, ano 23, v.1, n. 28, p. 67-90, jan./jun., 2007.

h) Artigo de periódico (formato eletrônico)

OLIVEIRA, Adriano Rodrigo. Geografia e Cartografia escolar: o que sabem e como ensinam professoras das séries iniciais do Ensino Fundamental? Educação e Pesquisa, São Paulo, v.34, n.3, p. 481-494, set./dez. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.com.br>. Acesso em: 22 abril 2002.

i) Trabalho publicado em Anais de Eventos

SOARES, Wilson José; PEZZATO, João Pedro. Entendendo o passado do ensino de geografia na rede pública de Mato Grosso através da história de vida dos professores aposentados: uma alternativa para pensar o futuro. In: Simpósio de Pós Graduação em Geografia da Unesp Rio Claro. 9. 2009, Rio Claro. Anais... Rio Claro, 2009. p. 1842-1852. Disponível em <http://sites.google.com/site/seminarioposgeo/anais> Acesso em: 10 abril 2010

Observação: Nos capítulos de livros, artigos de periódicos impressos e eletrônicos e trabalhos publicados em anais de eventos, quando a autoria tiver mais de 3 autores deve-se seguir a mesma regra para Livro com mais de três autores, empregando [et al]

j) Teses

PIRES, Lucineide Mendes. A prática pedagógica do professor de geografia do ensino fundamental. 2009. 154f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Instituto de Estudos Sócio-Ambientais, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2009.

k) Livro em formato eletrônico

SÃO PAULO (Estado). Entendendo o meio ambiente. São Paulo, 1999. v. 1. Disponível em: <http://www.bdt.org.br/sma/entendendo/atual/htm>. Acesso em: 8 mar. 1999.

l) Artigo assinado (jornal)

DIMENSTEIN, G. Escola da vida. Folha de S. Paulo, São Paulo, 14 jul. 2002. Folha Campinas, p. 2.

j) Artigo não-assinado (jornal)

FUNGOS e chuva ameaçam livros históricos. Folha de S. Paulo, São Paulo, 5 jul. 2002. Cotidiano, p. 6.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  2. O arquivo da submissão está em formato compatível com o Microsoft Word (.doc / .rtf), sem informações de autoria nem filiação institucional nas propriedades do documento

  3. O texto não contém mais que três autores.
  4. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  5. Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.
  6. O texto não apresenta informações que identifiquem o(s) autor(es), tais como nome, instituição, escola, universidade, inclusive no TÍTULO, ou nas propriedades do documento (.doc/.rtf) enviado.
  7. Declaro que o artigo em sua totalidade ou em parte não possui quaisquer indícios de plágio, em conformidde com a Legislação Nacional Brasileira sobre o assunto. Em caso de acusação de plágio assumirei perante os órgãos competentes a responsabilidade integral de minha defesa.
 

Declaração de Direito Autoral

Proposta de Aviso de Direito Autoral Creative Commons

1. Declaro que o presente artigo é original, não tendo sido submetido à publicação em qualquer outro periódico nacional ou internacional, quer seja em parte ou em sua totalidade. Declaro, ainda, que uma vez publicado na Revista Brasileira de Educação em Geografia, o mesmo jamais será submetido por mim ou por qualquer um dos demais co-autores a qualquer outro periódico. E declaro estar ciente de que a não observância deste compromisso submeterá o infrator a sanções e penas previstas na Lei de Proteção de Direitos Autorias (Nº9609, de 19/02/98)

2. A Revista Brasileira de Educação em Geografia tambem segue a "Proposta de Política para Periódicos de Acesso Livre".


Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

    1. Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

    1. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

  1. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre).

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.