A PESQUISA E A UNIVERSIDADE NO BRASIL: organização e institucionalização dos grupos de pesquisa em Geografia

  • Janaina Francisca de Souza Campos Vinha UNESP
Palavras-chave: Grupo de pesquisa, Socialização do conhecimento, Reestruturação produtiva, Neoliberalismo

Resumo

Este artigo apresenta reflexões sobre uma temática ainda pouco tratada e discutida. A formação de grupos de pesquisa é uma “nova” forma de organização do trabalho acadêmico e científico que recentemente foi institucionalizado pelos principais centros de Ensino Superior, pesquisas e agências de fomento no Brasil. Os grupos de pesquisa em Geografia foram tratados, sobretudo, diante de dois aspectos: como espaços importantes de socialização do conhecimento que vem crescendo progressivamente e que subsidiam a formação do futuro docente e fomentam a postura crítica e reflexiva, com destaque ao trabalho coletivo no estudo de temas em comum; e como parte do processo de reestruturação produtiva, iniciado na década de 1990, período que o Diretório dos Grupos de Pesquisa do Brasil (DGPB) oficializou os grupos junto ao CNPq. Ao analisar o papel da pós-graduação na pesquisa e a sua relação com a formação dos grupos de pesquisa, demonstramos que além da expressividade alcançada com o aumento dos grupos em todas as regiões do país, esta forma de organização também trouxe rebatimentos para os campos da educação e pesquisa, segmentos que incorporaram as redefinições do mundo do trabalho e se reajustaram as políticas neoliberais.

Palavras-chave

Grupo de pesquisa, Socialização do conhecimento, Reestruturação produtiva, Neoliberalismo.

 

 

 

RESEARCH AND UNIVERSITY IN BRAZIL: organization and institutionalization of research groups in Geography

 

Abstract

This paper presents reflections on the still poorly treated and discussed theme. The formation of research groups is a "new" form of organization of academic and scientific work that has recently been institutionalized by the major institutions of higher education, research and development agencies in Brazil. The research groups in Geography were treated mainly on two aspects: as important spaces for socialization of knowledge that has been growing steadily and that subsidize the training of future teachers, foster critical and reflective stance, highlighting the collective work in the study of common themes; and as important socialization spaces of knowledge that has been growing steadily, and as part of the restructuring process initiated in the 1990s, a period that the Groups Directory Research of Brazil (DGPB) formalizes the groups with CNPq. By analyzing the role of postgraduate research and its relation to the formation of research groups have demonstrated that besides the expressiveness achieved with the increase of the groups in all regions of the country, this form of organization also brought repercussions to the fields of education and research segments that incorporated resets the world of work and readjusted neoliberal policies.

Keywords

Research group, Socialization of knowledge, Production restructuring, Neoliberalism.

 

ISSN: 2236-3904

REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO EM GEOGRAFIA - RBEG

www.revistaedugeo.com.br - revistaedugeo@revistaedugeo.com.br

Biografia do Autor

Janaina Francisca de Souza Campos Vinha, UNESP
Professora do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), UNESP. Pesquisadora do NERA - Núcleo de Estudos, Pesquisas e projetos de Reforma Agrária.
Publicado
2015-09-01