A CONSTRUÇÃO DO CONCEITO BIOMA A PARTIR DA ATIVIDADE LÚDICA

  • Aline Riccioni de Melos Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Ana Angelita Costa Neves da Rocha Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Atividade lúdica, ensino de geografia física, educação básica

Resumo

O presente artigo traz contribuições de pesquisa sobre a função da ludicidade no ensino-aprendizagem de conteúdos da geografia física, no segundo segmento do ensino fundamental. Tal questão problematiza o discurso sobre o desinteresse dos alunos, como significativo obstáculo para a didática da geografia física. A pertinência do presente estudo está em reconhecer esta questão, tendo em vista que existem poucos estudos na área, totalizando em 2011, segundo o banco de dissertações da CAPES, somente cinco trabalhos concluídos. Nossa investigação dialoga com Graciolli (2009), Silva et al. (2010), Rupel (2011) e Freitas e Salvi (2011), autores dedicados à defesa da utilização de atividades lúdicas como metodologia de ensino. Considerando tal aporte teórico, em 2010, foi desenvolvido o “Jogo dos Biomas” para turmas do sexto ano do Colégio de Aplicação da UFRJ, dentro da disciplina obrigatória “Estágio Supervisionado”. A aplicação desta atividade teve como objetivo a reflexão acerca da produção dos sentidos de bioma, a partir de uma metodologia que valorizasse procedimentos lúdicos. Os resultados empíricos do processo de desenvolvimento e de aplicação do jogo, durante o estágio supervisionado, evidenciam a relevância de estratégias pedagógicas lúdicas para o ensino de conteúdos da geografia física na educação básica brasileira.

PALAVRAS-CHAVE

Atividade lúdica, Ensino de geografia física, Educação básica. 


USING LUDIC ACTIVITIES TO EXPLAIN THE BIOME CONCEPT

ABSTRACT

This paper contributes to research on the role of ludic activities in teaching and learning physical geography content during the last four years of primary school. We question the discourse that identifies students’ lack of interest as the obstacle to teaching physical geography. This study contributes by questioning this obstacle. We note that few studies exist on this topic, according to the CAPES (Coordination for higher Education Staff Development) dissertation database, in 2011 only five were completed. The theoretical basis for the study considers work by Graciolli (2009), Silva et al. (2010), Rupel (2011) and Freitas and Salvi (2011), authors who defend the use of ludic activities in teaching methodology. In 2010, the “Biome Game” for 6th year students was developed based on this theoretical framework as part of the required course “Supervised Practice”. The goal of the activity was to think about how the concept of biome was created, and the methodology used valued recreational approaches. The empirical results of this experiment, which involved developing and implementing the game during the Supervised Practice course, demonstrate the importance of ludic pedagogical strategies for teaching physical geography in Brazilian primary education.

KEYWORDS

Ludic activity, Teaching of physical geography, Primary education. 


ISSN: 2236-3904

REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO EM GEOGRAFIA - RBEG

www.revistaedugeo.com.br - revistaedugeo@revistaedugeo.com.br

Biografia do Autor

Aline Riccioni de Melos, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutoranda em Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Professora de Geografia do Município de Nova Iguaçu. Rua Ramon Franco, 59, apt 101, Urca, Rio de Janeiro – RJ, CEP 22290-290

Ana Angelita Costa Neves da Rocha, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Professora do Departamento de Didática da da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Av. Pasteur, 250, Campus da Praia Vermelha, Rio de Janeiro – RJ, CEP 22290-240
Publicado
2016-01-12