O LUGAR COMO ESPACIALIDADE NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE GEOGRAFIA: breves considerações sobre práticas curriculares

Lana de Souza Cavalcanti

Resumo


O tema discutido nesse artigo é o da formação inicial de professores de Geografia e as interferências que essa formação pode ter para o exercício profissional. A análise da formação de professores, no âmbito dos cursos de Licenciatura, tem como eixos as legislações que os normatizam e a reflexão sobre os conteúdos referentes ao lugar, como espacialidade dos jovens alunos. Em primeiro lugar, o texto faz referência às medidas legais tomadas, a partir da década de 2000, para a formação de professores no Brasil e os problemas decorrentes de sua aplicação na prática de formação. Em seguida, ele discute a formação específica de professores de Geografia, em cursos de nível superior, destacando o lugar como referência aos conteúdos abordados. O lugar é considerado uma das ferramentas intelectuais que compõem o pensamento geográfico, sendo por essa razão um eixo adequado à abordagem dos conteúdos da formação.



Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.