CURRÍCULO DE GEOGRAFIA EM SALA DE AULA: relações de mediação e construções de aprendizagens significativas em geomorfologia na formação inicial

Carla Juscélia de Oliveira Souza, Eni de Faria Sena

Resumo


O tradicional distanciamento entre as áreas de conhecimento específico e pedagógico, presente na formação inicial do profissional docente, e a ausência de discussões sobre currículo em sala de aula dialogando com base em casos reais motivaram a elaboração deste texto. O estudo analisou as dificuldades dos universitários do curso licenciatura de Geografia em face dos conteúdos conceituais morfogênese e morfodinâmica contemplados na disciplina Geomorfologia. A abordagem desses conteúdos ocorreu por meio de diálogos coletivos, de trabalho com desenhos e com situações cotidianas problematizadas, além de leituras individuais. Procurou-se entender as relações de mediação do conhecimento processadas pelo professor, por considerar-se que o processo das interações didáticas e sociais em sala de aula tem como objetivo assegurar aprendizagens significativas. O texto também focalizou a prática pedagógica do docente, sua competência e formas de lidar com o conteúdo, nas situações particulares e coletivas dos sujeitos-alunos, os limites e possibilidades de concretizações do currículo real. A forma como o professor desenvolve e constrói o currículo em sala de aula relaciona-se com sua concepção de formação. Nesta perspectiva, desvelam-se suas práticas curriculares para seleção dos conteúdos que ele considera como o mais necessário.

PALAVRAS-CHAVE

Aprendizagem Significativa. Obstáculos Didáticos e Pedagógicos. Currículo Real. 


GEOGRAPHY CURRICULUM IN THE CLASSROOM: relations mediation and construction of significant learning in Geomorphology in the undergraduate

ABSTRACT

The traditional gap between the areas of specific knowledge and the pedagogical that is present in this initial formation of the teaching professional and the absence of discussions about curriculum in the classroom communicating based on real cases has motivated the writing of this text. The study examined the difficulties of university undergraduate in Geography course in the face of conceptual content morphogenesis and morphodynamics discipline contemplated in Geomorphology subject. The approach of this content occurred through collective dialogues, working with drawings and with everyday difficult situations, including individual readings. We sought to understand the relationships of knowledge mediation handled by the teacher, considering that the process of teaching and social interactions in the classroom aims to ensure meaningful learning. The text also focused on the pedagogical practice of teachers, their competence and ways of dealing with content, in particular situations and collective subjects' pupils, the limits and possibilities of embodiments of the actual curriculum.The way the teacher develops and builds the curriculum in the classroom relates to their design training. In this perspective, unveils their curriculum practices for selection of content that they consider as the most necessary.

KEYWORDS

Meaningful Learning. Teaching and Pedagogical Obstacles. Actual curriculum. 


ISSN: 2236-3904

REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO EM GEOGRAFIA - RBEG

www.revistaedugeo.com.br - revistaedugeo@revistaedugeo.com.br


Palavras-chave


Geomorfologia; Formação inicial

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.