CARTOGRAFIA ESCOLAR E INCLUSIVA: construindo pontes entre a universidade, a escola e a comunidade

Maria Isabel Castreghini de Freitas

Resumo


Esse artigo tem como objetivo apresentar experiências na elaboração de material didático tátil e os procedimentos de aplicação em sala de aula, no âmbito da Disciplina Optativa Cartografia Escolar e Inclusiva, do Curso de Graduação em Geografia (Licenciatura), bem como do Projeto de Extensão Cartografia Tátil e Mapavox da UNESP - Rio Claro – SP. Inicialmente, realizou-se uma contextualização da disciplina e de sua dinâmica, bem como do projeto de extensão, desde os referenciais teóricos balizadores das práticas em sala de aula, até a concepção e elaboração de materiais didáticos inclusivos e de sua aplicação, visando a inclusão de pessoas com deficiência visual. Foram selecionados exemplos de materiais didáticos e aulas formuladas pelos estudantes universitários, para ilustrar o ensino de Cartografia e a elaboração de materiais didáticos táteis inclusivos. Os resultados indicaram que os alunos de Licenciatura em Geografia encontraram na disciplina uma oportunidade de realizar a elaboração de material didático e sua aplicação em sala de aula, por meio de intervenções efetivas e contato direto com pessoas cegas e com baixa visão, o que permitiu um crescimento de todos os participantes, que foram estimulados à elaborar materiais inclusivos norteadores para as práticas em sala de aula.

PALAVRAS-CHAVE

Cartografia escolar. Cartografia tátil. Material didático. 


SCHOOL AND INCLUSIVE CARTOGRAPHY: building bridges between university, school and community

ABSTRACT

This article aims to present experiences in the preparation of tactile didactic materials and procedures of application in the classroom, in the context of the discipline Inclusive and School Cartography, in the Geography Undergraduation Course (Bachelor), as well as in the extension project Tactile Cartography and Mapavox from UNESP - Rio Claro SP. In the first moment, it is presented a contextualization of the discipline and its dynamic as well as the extension project, emphasizing the theoretical references and the practical procedures in the classroom, looking for the elaboration of didactic materials and theirs applications, for the inclusion of visually-impaired people. Selected examples of didatic material, such as tactile game and model, and class plans prepared by Geography undergraduation students to illustrate tactile material and inclusive cartography practices are presented. The results indicated that students of Geography had in the discipline an opportunity to perform the preparation and application of inclusive material in the classroom, through effective intervention and direct contact with visually-impaired persons, resulting in a growth of all participants who were encouraged to draw up inclusive materials and to conduct practices in the classroom.

KEYWORDS

School cartography. Tactile cartography. Didactic material. 


ISSN: 2236-3904

REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO EM GEOGRAFIA - RBEG

www.revistaedugeo.com.br - revistaedugeo@revistaedugeo.com.br


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.