EXCURSÃO GEOGRÁFICA: potencialidades da prática educativa

Francisco Gonçalves Nhachungue, Rodrigues Simão Rafael

Resumo


A presente comunicação com o título: “As potencialidades formativas da Excursão Geográfica. Uma experiência do 4º ano de Gestão Ambiental e Desenvolvimento Comunitário- 2017 da Universidade Pedagógica- Delegação de Niassa, em Moçambique”, tem em vista a partilha das potencialidades formativas da Excursão Geográfica realizada pelos estudantes do 4º ano do Curso de Gestão Ambiental e Desenvolvimento Comunitário, 2017, à Sede da Reserva Nacional do Niassa (RNN) no âmbito do cumprimento dos objectivos das cadeiras de Gestão de Áreas Protegidas (GAP) e Património Natural, Cultural e Desenvolvimento de Produtos Turísticos (PNCDPT). O objectivo geral consistiu em: Conciliar os conhecimentos teórico-práticos sobre a gestão dos recursos patrimoniais e culturais da RNN. Em termos específicos, pretendia-se: Compreender o modelo de gestão da RNN; Identificar as principais acções, desafios e problemas ligados à gestão da Reserva; Identificar as potencialidades turístico-patrimoniais e algumas percepções que as comunidades locais têm pelos recursos naturais lá existentes. Metodologicamente, a Excursão cingiu-se numa abordagem qualitativa consubstanciada pelas técnicas de observação directa e indirecta e entrevista semi-estruturada e a utilização de máquinas fotográficas e gravadores acoplados às ferramentas dos meios de comunicação como celulares. Os resultados obtidos demonstram a existência de um maior potencial turístico-patrimonial, cultural e ambiental na RNN; existem diversas áreas científicas em que a Universidade possa cooperar com a Reserva; há inconsistência de nas delimitações da área total da Reserva; coexistência conflituosa entre as populações-vida selvagem-Lei de conservação e necessidade de réplica das experiências de excursão dado o seu potencial formativo dos estudantes. 

Palavras-chave

Excursão geográfica, Reserva Nacional do Niassa, Percepções e gestão turística.


GEOGRAPHIC EXCURSION: potentialities of educational practice

Abstract

This Communication with the title: "The formative potential of the Geographical Tour. An experience of the 4th year of Environmental Management and Community Development Course – 2017 of Pedagogical Universitu of Niassa (UP Niassa), in Mozambique", aims to share the formative potential of the Geographic Tour conducted by students of that course to the National Reserve of Niassa (RNN) in the scope of meeting the objectives of the Management of Protected Areas (GAP) and Natural Heritage, Cultural Heritage and Tourism Product Development (PNCDPT). The main objective was to: reconcile theoretical and practical knowledge about the management of heritage and cultural resources of RNN. In specific terms, it was intended to: understand the RNN management model; Identify the main actions, challenges and problems related to the management of the Reserve; identify the tourist-heritage potentialities and some perceptions that the local communities have for the existing natural resources. Methodologically, the excursion was based on a qualitative approach embodied by the techniques of direct and indirect observation and semi-structured interviews and the use of cameras and recorders coupled with the tools of the media as cell phones. The results obtained demonstrate the existence of a greater tourist-patrimonial, cultural and environmental potential in RNN; there are several scientific areas where the University can cooperate with the Reserve; there is inconsistency in the delimitations of the total area of the Reserve; conflicting coexistence between wildlife populations-Conservation law and the need for replication of excursion experiences given their students' formative potential.

Keywords

Geographic tour, Niassa National Reserve, Perceptions and tourism management.


ISSN: 2236-3904

REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO EM GEOGRAFIA - RBEG

www.revistaedugeo.com.br - revistaedugeo@revistaedugeo.com.br


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.