NARRATIVAS CARTOGRÁFICAS: quando o mapa vira texto

Autores

  • Anniele Sarah Ferreira de Freitas Universidade Estadual de Campinas
  • Thiara Vichiato Breda Universidade Federal de Juiz de Fora

Resumo

O presente artigo trata de uma proposta de atividade realizada durante uma disciplina do curso de licenciatura em Geografia na Universidade Federal de Juiz de Fora. As reflexões mobilizadas ao longo da sua construção, para além de sua concepção inicial, trazem como metodologia fundamental a produção de narrativas à luz da cartografia, da experiência espacial e do raciocínio geográfico, tensionando a formação de professores de Geografia. São apresentados dois fragmentos de narrativas elaboradas por alunos do curso que permitiram a reconstrução e o inacabamento da disciplina e culminando no que defendemos como narrativas cartográficas.

PALAVRAS-CHAVE

Formação de professores, Experiência espacial, Pensamento espacial, Raciocínio geográfico, Narrativa cartográfica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anniele Sarah Ferreira de Freitas, Universidade Estadual de Campinas

Professora de Geografia. Membro do grupo de pesquisa Ateliê de Pesquisas e Práticas no Ensino de Geografia – Apegeo; Doutoranda em Geografia no Programa de Pós-graduação em Geografia, Instituto de Geociências; Universidade Estadual de Campinas; R. Carlos Gomes, 250 - Cidade Universitária – CEP 13083-85 - Campinas – SP - Brasil; 

Thiara Vichiato Breda, Universidade Federal de Juiz de Fora

Professora substituta na Universidade Federal de Juiz de Fora. Endereço: R. José Lourenço Kelmer, s/n, Campus Universitário/Faculdade de Educação - CEP 36.036-900 - Juiz de Fora – MG – Brasil

Publicado

2020-01-24

Como Citar

Freitas, A. S. F. de, & Breda, T. V. (2020). NARRATIVAS CARTOGRÁFICAS: quando o mapa vira texto. Revista Brasileira De Educação Em Geografia, 9(18), 106-124. Recuperado de http://www.revistaedugeo.com.br/ojs/index.php/revistaedugeo/article/view/667