PARA PENSAR A CARTOGRAFA ESCOLAR:

relato de uma oficina pedagógica para professores em atuação e graduandos em Geografia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46789/edugeo.v10i19.687

Resumo

A formação inicial e continuada de professores de Geografia para o trabalho com a Cartografia Escolar é essencial na contemporaneidade, pois se constitui como uma forma de diversificar as linguagens no ensino dessa temática na disciplina de Geografia, bem como potencializa a compreensão das intencionalidades cartográficas, tão em destaque nos múltiplos suportes onde os mapas são apresentados. Com base nisso, o presente artigo tem como objetivo relatar uma oficina pedagógica desenvolvida com graduandos e professores de Geografia em atuação voltada ao desenvolvimento e aprofundamento de noções cartográficas e da leitura e representação espacial. A oficina foi desenvolvida na X Semana Acadêmica da Geografia da Universidade Federal de Santa Maria. Contou com a participação de treze graduandos e dois docentes da rede pública de ensino. Para a avaliação da proposta foi aplicado um questionário aos participantes e analisados seus dados e as vivências durante a prática pedagógica. Conclui-se que mesmo os docentes e graduandos em Geografia apresentam dificuldades de compreensão da espacialidade, o que reflete em dificuldades na sua (futura) atuação em sala de aula. Portanto, a formação para o uso da linguagem cartográfica se torna cada vez mais imprescindível para a qualificação da Cartografia Escolar na educação básica.

Palavras-chave

Alfabetização cartográfica, Letramento cartográfico, Formação de Professores

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natália Lampert Batista, UFSM

Graduada em Geografia (Licenciatura) pelo Centro Universitário Franciscano (atual UFN). Mestra, Doutora e Pós-doutoranda em Geografia pelo Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGGeo), da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Maurício Rizzatti, UFSM

Mestre e Licenciado em Geografia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente é Doutorando em Geografia (Passagem Direta para o Doutorado) pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGGeo) da UFSM. 

Guilherme Moreira da Silva, UFSM

Acadêmico do curso de Geografia Licenciatura Plena pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Monitor nas disciplinas de Cartografia A no curso mencionado anteriormente; Coordenador da equipe de Geografia e Professor no Pré-Universitário Popular Alternativa. 

Publicado

2020-07-24

Como Citar

Batista, N. L., Rizzatti, M. ., & da Silva, G. M. (2020). PARA PENSAR A CARTOGRAFA ESCOLAR: : relato de uma oficina pedagógica para professores em atuação e graduandos em Geografia. Revista Brasileira De Educação Em Geografia, 10(19), 606-617. https://doi.org/10.46789/edugeo.v10i19.687