AS “LEITURAS DE MUNDO” DAS CRIANÇAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL:

um recorte sobre as produções científicas

Autores

  • Ana Paula Batista Pina Universidade de Brasília
  • Maria Lídia Bueno Fernandes UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

DOI:

https://doi.org/10.46789/edugeo.v10i19.696

Resumo

Este trabalho surgiu da necessidade de compreender melhor como as noções do campo de conhecimento da Geografia ligada à ideia das relações as quais o sujeito estabelece com e no espaço têm sido trabalhadas na educação infantil. Para tanto, o estudo visa discutir como os pesquisadores têm produzido suas publicações científicas sobre a Geografia desenvolvida nos espaços de Educação Infantil, de modo a possibilitar reflexões acerca das produções científicas já publicadas sobre o tema. Utilizamos a pesquisa de cunho qualitativo, a qual para Flick (2009, p. 20) “é de particular relevância ao estudo das relações sociais devido a pluralização das esferas da vida”. Para isso, baseamo-nos no método de análise de conteúdo proposto por Lawrence Bardin (2011), o qual nos permite uma análise de textos, para percebemos similaridades e diferenças entre os conteúdos analisados. Assim, o estudo demonstrou que este é um campo de estudo em expansão, ainda que, para a sua melhor compreensão há que se ampliar o escopo da pesquisa para as diversas regiões do Brasil. O estudo demonstrou também a necessidade de compreendermos o papel da Geografia na primeira infância, e sua relevância às crianças na perspectiva do fomento às possibilidades de leituras de mundo.

Palavras-chave

Geografia da Infância, Educação Infantil, Geografia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-07-24

Como Citar

Batista Pina, A. P., & Bueno Fernandes, M. L. . (2020). AS “LEITURAS DE MUNDO” DAS CRIANÇAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL:: um recorte sobre as produções científicas. Revista Brasileira De Educação Em Geografia, 10(19), 364-380. https://doi.org/10.46789/edugeo.v10i19.696