TERRITÓRIO E RELAÇÕES DE TRABALHO:

representações de alunos Terena da terra indígena de Nioaque/MS

Autores

  • Francieli de Oliveira Meira UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS
  • Flaviana Gasparotti Nunes UFGD

DOI:

https://doi.org/10.46789/edugeo.v10i19.715

Resumo

Neste artigo apresentamos e discutimos algumas representações elaboradas por alunos Terena no contexto do ensino de Geografia em escolas indígenas de Nioaque/MS. A partir dos desenhos, observamos que a oralidade é um dos fatores responsáveis pela manutenção da memória da formação territorial das aldeias de Nioaque e exerce papel fundamental no processo de ensino/ aprendizagem dos alunos indígenas. Identificamos, por meio dos desenhos referentes ao território que esses estudantes retratam um sentimento de pertencimento, de apego e de zelo, pois ali praticam a agricultura que é o meio de subsistência da maior parte das famílias Terena. Também constatamos acentuadas mudanças nas relações de trabalhos e na territorialidade da comunidade Terena decorrentes da ressignificação de alguns elementos e da imposição de outros.

Palavras-chave

Território, Relações de trabalho, Alunos Indígenas, Terena

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francieli de Oliveira Meira, UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS

Professora da Secretaria de Estado de Educação do Mato Grosso do Sul – SED/MS. Graduada em Geografia pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul/UEMS e doutoranda em Geografia pelo programa de Pós-graduação em Geografia (PPGG) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

Publicado

2020-07-24

Como Citar

de Oliveira Meira, F. ., & Gasparotti Nunes, F. (2020). TERRITÓRIO E RELAÇÕES DE TRABALHO:: representações de alunos Terena da terra indígena de Nioaque/MS. Revista Brasileira De Educação Em Geografia, 10(19), 424-444. https://doi.org/10.46789/edugeo.v10i19.715