PENSAR E SENTIR PARA (RE)EXISTIR:

Geografias emocionais e fotobiografias de estudantes de Geografia

Autores

  • Marcia Alves Soares da Silva UFMT

DOI:

https://doi.org/10.46789/edugeo.v10i20.775

Resumo

A Geografia das Emoções problematiza as emoções enquanto mediação sócio-espacial, sendo compreendidas como parte da ação dos sujeitos na construção de espacialidades significativas. Com esse interesse, discutimos o tema com foco em temáticas urbanas no contexto do ensino da Geografia no ensino superior. Apresentamos, a partir de uma reflexão teórica e conceitual, as geografias emocionais no/do ensino da Geografia e as experiências urbanas de alunos do curso de Graduação em Geografia, utilizando as fotografias como formas de representação das suas espacialidades emocionais. Apontamos que a inclusão de temáticas subjetivas no ensino da Geografia são caminhos na construção de laços significativos entre os envolvidos — discentes e docentes —, e colocam em pauta uma análise sobre o espaço urbano a partir de uma dimensão sensível, pensando as emoções como fontes de construção do conhecimento.

PALAVRA-CHAVE

Emoções, Espaço urbano, Geografias emocionais no/do ensino, Geografia das emoções.

 

THINKING AND FEELING TO (RE-)EXIST”: emotional geographies and photobiography of Geography students

ABSTRACT

The Geography of Emotions problematizes emotions as socio-spatial mediation, being understood as part of the action of the subjects in the construction of significant spatialities. With this interest, we discussed the theme with a focus on urban themes in the context of Geography teaching in higher education. We present, from a theoretical and conceptual reflection, the emotional geographies in / teaching Geography and the urban experiences of undergraduate students in Geography, using photographs as ways of representing their emotional spatialities. We point out that the inclusion of subjective themes in the teaching of Geography is a relevant path of meaningful connections between those involved - students and teachers -, and they focus on an analysis of urban space from a sensitive dimension, thinking emotions as sources of knowledge construction.

KEYWORDS

Emotions, Urban space, Emotional geographies of teaching, Geography of emotions.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

Alves Soares da Silva, M. (2020). PENSAR E SENTIR PARA (RE)EXISTIR:: Geografias emocionais e fotobiografias de estudantes de Geografia. Revista Brasileira De Educação Em Geografia, 10(20), 258–283. https://doi.org/10.46789/edugeo.v10i20.775